O tempo passa e muitos aspectos da sociedade parecem evoluir, mas alguns problemas ainda apresentam um índice alarmante. Uma recente pesquisa apontou, por exemplo, que na Cidade do México, 65% das mulheres já foram assediadas sexualmente nos ônibus ou trens metropolitanos. Infelizmente tal realidade se expande para outros lugares do mundo.

Com base nestes dados, a companhia de metrô da cidade criou a campanha #NoEsDeHombres. A ideia parte de um ponto bastante ousado: a instalação de um assento que simula o corpo de um homem (incluindo um pênis) nos vagões que só podem ser ocupados por homens.

Evidentemente, diversos passageiros estranharam o assento diferente e se recusaram a sentar. Outros resolveram arriscar, mas se sentiram desconfortáveis.

No chão, uma mensagem revelava parte do objetivo da ação. “É incomodo viajar dessa maneira, mas nem se compara com a violência sexual que as mulheres sofrem em seus trajetos diários”.

Este conteúdo foi originalmente publicado no site da AdNews.