Resultados preliminares de um estudo desenvolvido no Uruguai mostram que a dose de reforço com a vacina da Pfizer, após duas doses de Coronavac, aumenta em 20 vezes o nível de anticorpos contra o coronavírus.⁣

O ministro da saúde uruguaio, Daniel Salinas, avaliou, em entrevista de apresentação do estudo a jornalistas, que a pesquisa traz dados promissores sobre a importância do uso combinado de imunizantes de vírus inativo (como é o caso da Coronavac) com outros de RNA mensageiro (a da Pfizer, por exemplo).⁣

A investigação conta com cerca de 200 voluntários do Instituto Pasteur, um dos responsáveis pelo estudo junto com a Universidade da República (Udelar). A pesquisa teve início em março e vai acompanhar os participantes por dois anos, com amostras de sangue periódicas.⁣

Fonte: CNN Brasil