Sem nenhum caso confirmado em Anápolis, a Prefeitura planejou nos últimos dois dias os protocolos de ação para atendimento a casos de coronavírus. Ciente da preocupação com o avanço do Covid-19 pelo mundo e da responsabilidade do poder público para ajudar no controle da doença, o prefeito Roberto Naves anuncia uma série de medidas a serem adotadas pelo município, em coletiva de imprensa, nesta sexta-feira, 13.

A principal definição é a criação de cinco Unidades de Referência em Coronavírus (URC), que serão instaladas nas Unidades de Saúde da Vila União, do Recanto do Sol, do Bairro São José e do Bairro de Lourdes – estas com atendimento das 7 horas às 22 horas, todos os dias, e na Unidade do Parque Iracema, com atendimento 24 horas. O funcionamento das unidades, a partir de quarta-feira (18), passa a ser feito exclusivamente para casos relacionados ao coronavírus.

Cada Unidade de Referência terá três equipes, uma fixa e duas volantes, compostas por médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem. As URC darão suporte para os postos de saúde de toda a cidade.

Estão sendo preparados cerca de 100 leitos de enfermaria e 30 leitos de UTI para atendimento exclusivo de casos de coronavírus.

Como funcionará o atendimento

Embora o alerta sirva para toda a população, foi delimitado um grupo de risco em que se encontram crianças de 0 a 3 anos, idosos a partir de 60 anos e portadores de doenças crônicas como por exemplo diabetes e hipertensão. Esse grupo de risco deve procurar atendimento nas Unidades de Referência em caso de qualquer sintoma de gripe e/ou falta de ar. Para pessoas que não participam do grupo de risco, em caso de sintomas de gripe, a orientação é de iniciar o atendimento através do ZAP da Prefeitura (acessando pelo celular o link www.anapolis.go.gov.br/portal/zapdaprefeitura/), onde um canal exclusivo – o ZAP do Coronavírus – ficará disponível a partir de quarta-feira (18) para atendimento, ou ainda pelo Disque 156, também por telefone.

Para os casos de falta de ar, a indicação é buscar atendimento presencial, ainda que o paciente não pertença ao grupo de risco. A finalidade do critério é criar formas de evitar que pacientes em geral procurem atendimento presencial nas unidades de saúde do município para que não se exponham ao risco de contrair a doença. A recomendação principal é não sair de casa sem atender critérios mínimos para atendimento nas unidades de saúde. As equipes da Secretaria Municipal de Saúde podem fazer atendimento domiciliar sempre que verificarem tal necessidade. Unidades de Referência trabalharão, sobretudo, com atendimento agendado.

Outra recomendação importante é evitar qualquer tipo de aglomeração de pessoas, além de higienizar corretamente as mãos várias vezes ao dia, evitando contato com olhos, boca e nariz.

Tratamento odontológico

Os tratamentos odontológicos oferecidos pela rede pública do município que já foram iniciados serão concluídos, mas, como medida preventiva, novos atendimentos estão suspensos, exceto em casos de urgência e emergência.

CCI interrompe atividades temporariamente

O Centro de Convivência de Idosos (CCI), da Prefeitura de Anápolis, terá suas atividades interrompidas, pois todas ocorrem em âmbito coletivo e os frequentadores são do grupo de risco, em sua maioria idosos com mais de 60 anos.

“Todas as medidas foram tomadas em conjunto com os governos estadual e federal, seguindo protocolos internacionais”, afirma o prefeito Roberto Naves, que chama a atenção da população para combater as fake news, buscando informações oficiais junto aos meios de comunicação da Prefeitura:

 

www.anapolis.go.gov.br

www.facebook.com/prefanapolis

www.instagram.com/prefanapolis