A modelo goiana e estudante de Direito, Giovanna Veríssimo, de 23 anos, foi a escolhida para representar Goiás no Miss Brasil e será coroada Miss Goiás 2018 no próximo dia 29 de janeiro, em Goiânia. Nascida em Goiânia e com experiência internacional, a jovem, que já disputou o concurso estadual em 2016, volta ao mundo miss, desta vez como vitoriosa.

Com o intuito de ganhar fôlego para a preparação da próxima representante brasileira no Miss Universo, o Grupo Bandeirantes e Polishop, detentores da franquia nacional, adiantaram as agendas dos eventos estaduais para o primeiro trimestre deste ano. Com agenda curta para a realização das etapas municipais e consequentemente, da competição estadual, a Organização Miss Goiás recebeu carta branca da Organização Miss Brasil para selecionar uma representante qualificada que representará a mulher goiana no evento nacional, previsto para maio deste ano.

Bailarina clássica desde os 8 anos de idade, Giovanna dividiu sua infância entre o campo e a cidade, subindo em pés de manga e brincando de boneca. Aos 14, ainda muito jovem, começou a trabalhar profissionalmente como modelo e muito cedo, embarcou para trabalhos internacionais, passando temporadas de trabalho em países como Tailânda, Indonésia e Turquia. Na Índia, realizou seu trabalho mais marcante quando foi capa da revista New Woman. Entretanto, é em sua terra natal que se vê verdadeiramente satisfeita profissionalmente. Com agenda cheia na capital, é uma das modelos mais requisitadas atualmente.

Para a 64a. Edição do Miss Goiás, a promotora de eventos Fátima Abranches, à frente do concurso desde 2003, firmou parceria com o recém inaugurado Confraria das Republikhas, restaurante do Setor Bueno, para receber o coquetel e cerimônia de coroação da nova rainha da beleza goiana. Convites limitados estarão disponíveis à partir do dia 22 para acesso ao espaço comandado pela gastrônoma Lara Machado, o espaço garante aos convidados o melhor da gastronomia mundial, difundindo as culinárias italiana, francesa, árabe, americana e, claro, a brasileira.

Fonte: A Redação