Feridos prolongados, como o de Carnaval que se aproxima, há um registro maior da perda de documentos pessoais. Isso se dá por conta no trânsito de pessoas e aglomerações. O que poucas pessoas sabem é o que os Correios tem o serviço de achados e perdidos.

Dos 196 mil documentos registrados nos serviços de Achados e Perdidos dos Correios, em todo Brasil, apenas 5 mil foram devolvidos. Isso, porque provavelmente poucas pessoas sabem que nos estados e municípios agências centralizadoras realizam o trabalho de resguardar documentos para que sejam devolvidos a seus respectivos donos.

Em 2019, Goiás teve 4.500 documentos foram cadastrados na Agência Central de Goiânia, dos quais 142 foram entregues aos donos. No entanto, mais de mil documentos ainda aguardam ser retirados. Para coletar o documento perdido, é necessário comprovar ser dono ou representante legal e pagar uma taxa de R$5,95. O custo é referente ao recebimento, registro, guarda e procedimentos de entrega do documento. Caso haja mais de um documento, o pagamento da taxa é único.

Cartões de crédito ou débito também podem ser recuperados mediante documentação comprobatória de ser o mesmo cliente. Documentos de menores de idade só serão devolvidos aos responsáveis legais. A documentação permanece nas agências centralizadoras por 60 dias. Após este período, os documentos são devolvidos aos órgãos emissores.

Fonte: Jornal Opção