A Polícia Civil, por meio da Gerência de Correições e Disciplina, prendeu nesta quarta-feira (3), em Anápolis, o delegado de polícia aposentado Glayson Charlles Reis. Também foram detidos o agente Rogério Ângelo Batista e o escrivão Ivair Pereira de Miranda. Os três são investigados por peculato, associação criminosa, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro.

Na casa do delegado, os policiais também apreenderam uma arma de fogo calibre 45, da Polícia Civil. As prisões são de caráter temporário. Os três estão sendo ouvidos na Corregedoria da PC. O caso permanecerá sob sigilo para que as investigações não sejam atrapalhadas.

De acordo com o superintendente de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado (SCCCO) da Secretaria de Segurança Pública (SSP), delegado Alexandre Pinto Lourenço, as prisões mostram que ninguém está acima da lei.

“Nossa perspectiva é combater o crime em qualquer esfera. Se for preciso cortar na carne, será feito. Não serão toleradas ações de quem escolher andar à margem da lei”, afirma.