Em 2017, era lançada uma das séries mais emblemáticas da Netflix. Dark veio para preencher o vazio que existia de uma produção longe dos cenários hollywoodianos, roubando a atenção de todo o mundo para os estúdios na Alemanha.

Criada por Baran bo Odar e Jantje Friese, a série gira em torno do misterioso desaparecimento de jovens na proximidade de uma usina na cidade de Widen, que expõe os segredos e as conexões ocultas entre quatro famílias locais, enquanto elas lentamente desvendam uma sinistra conspiração de viagem no tempo que abrange várias gerações. Ao longo da série, Dark explora as implicações existenciais do tempo e seus efeitos sobre a natureza humana.

A série aborda os fenômenos ocasionados por conta dessa relação de tempo e espaço entre algumas famílias da cidade, e como todas elas estão conectadas, mesmo em um período de 100 anos. A série embasa muito nisso “Tudo está conectado”, inclusive o ‘início e o fim de tudo’. Logo mais, você irá entender. Ou não.

Origem

Com certeza um dos primeiros pontos para apontar o sucesso de Dark, é exatamente sua origem. Após o filme ‘Parasita’ (Da Coreia do Sul) ganhar notoriedade mundial ao ganhar Óscar, o mundo ganhou ainda mais o olhar dos críticos de produções audiovisuais fora dos estúdios americanos. Ela foi totalmente produzida na Alemanhã, desde a escolha dos atores a todos os cenários e falas.

Melhor série original da Netflix

Recentemente, Dark ganhou o status de ‘Melhor série da Netflix’ com mais de 2,5 milhões de votos no site Rotten Tomatoes, plataforma americana especializada em críticas cinematográficas. A série de suspense e ficção científica derrotou com 80% de aprovação, sucessos como Black Mirror, Stranger Things e Peaky Blinder, consideradas as séries mais populares do streaming.

Em 2017, era lançada uma das séries mais emblemáticas da Netflix. Dark veio para preencher o vazio que existia de uma produção longe dos cenários hollywoodianos, roubando a atenção de todo o mundo para os estúdios na Alemanha.

Criada por Baran bo Odar e Jantje Friese, a série gira em torno do misterioso desaparecimento de jovens na proximidade de uma usina na cidade de Widen, que expõe os segredos e as conexões ocultas entre quatro famílias locais, enquanto elas lentamente desvendam uma sinistra conspiração de viagem no tempo que abrange várias gerações. Ao longo da série, Dark explora as implicações existenciais do tempo e seus efeitos sobre a natureza humana.

A série aborda os fenômenos ocasionados por conta dessa relação de tempo e espaço entre algumas famílias da cidade, e como todas elas estão conectadas, mesmo em um período de 100 anos. A série embasa muito nisso “Tudo está conectado”, inclusive o ‘início e o fim de tudo’. Logo mais, você irá entender. Ou não.

Dark 1ª Temporada – Uma boa surpresa que poderia ser ainda melhor ...

Origem

Com certeza um dos primeiros pontos para apontar o sucesso de Dark, é exatamente sua origem. Após o filme ‘Parasita’ (Da Coreia do Sul) ganhar notoriedade mundial ao ganhar Óscar, o mundo ganhou ainda mais o olhar dos críticos de produções audiovisuais fora dos estúdios americanos. Ela foi totalmente produzida na Alemanhã, desde a escolha dos atores a todos os cenários e falas.

Dark | 90% do público do seriado alemão não é da Alemanha, diz Netflix

Melhor série original da Netflix

Recentemente, Dark ganhou o status de ‘Melhor série da Netflix’ com mais de 2,5 milhões de votos no site Rotten Tomatoes, plataforma americana especializada em críticas cinematográficas. A série de suspense e ficção científica derrotou com 80% de aprovação, sucessos como Black Mirror, Stranger Things e Peaky Blinder, consideradas as séries mais populares do streaming.

Exitoína · Não entendeu 'Dark'? Confira explicações e teorias ...

Temporadas

Com três temporadas no ar, a narrativa de Dark foi iniciada em 2017, mostrando o estranho desaparecimento de algumas crianças. Fato que aconteceu de forma parecida 33 anos antes. Quando as famílias de uma pequena cidade dão início à investigação, segredos do passado foram revelados e três gerações dessas famílias acabam envolvidas no mistério.

Em 2019 a segunda temporada teve foco nos personagens Jonas Kahnwald, Mikkel e Ulrich, que estavam na busca por respostas que intercalam o passado, presente e o futuro e também mostra a evolução e história de outros personagens cruciais para o enredo. Além disso, a conexão entre as famílias e suas gerações ficam mais implícitas e gera dúvidas das intenções de cada um. Além de viagem no tempo, que já havia sido estabelecido na temporada anterior, Dark intriga ao levantar a hipótese de mundos alternativos, deixando mais questões para serem respondidas na temporada seguinte.

A teceira (e última) temporada, lançada dia 27 de junho de 2020, promete mostrar o desfecho da história e de todos os emaranhamentos que teve durante as gerações que se passaram. Ainda no ano passado, Baran bo Odar, diretor e criador de Dark, publicou em seu Instagram um agradecimento aos fãs e escreveu que a terceira temporada seria a última da série: “É o ciclo final desta grande jornada“.

3 fatos que você precisa entender antes de ver “Dark” | Super

Segredo do Sucesso

Segundo Sandra Trabucco Valenzuela, professora doutora da Fatec/FAM e estudiosa de Dark, a construção da narrativa de Dark é o que chama atenção dos fãs: “Dark apresenta um ritmo diferente, mais lento, pausado, com uma construção narrativa que exige atenção de quem entra no jogo temporal. Assim como os personagens, nós também nos emaranhamos na trama espaço-temporal, desafiando nossa compreensão“.

Ainda de acordo com Sandra, Dark nos leva para dentro da trama, mesmo que de forma reflexiva: “Quem sou, de onde vim, para onde vou. Talvez esse seja o segredo do sucesso de Dark,” avalia. Sandra estuda a série e já publicou artigos como A fragmentação na série Dark: o ser, o espaço e o tempo; e A série Dark: aspectos literários e filosóficos na leitura do espaço-tempo.

3 fatos que você precisa entender antes de ver “Dark” | Super

Opinião do(a) redator(a);

Dark é uma série para assistir com o olhar atento, sem piscar e, talvez, até fazer anotações enquanto a trama se desenrola. Ela te envolve em diversos segredos e mistérios que te levam em uma busca centenária por respostas. A ficção científica se encontra de forma harmoniosa com o drama nesta sequência, trazendo também romance, além de nos mostrar que o tempo pode ser nosso maior tesouro.

A série também traz visões interessantes das gerações passadas, e um pouco em como a sociedade se organiza em cada uma delas, incluindo um mundo pós-apocalíptico: 1921, 1953, 1954, 1986, 1987, 2019, 2020, 2052, 2053. Sim, suponho que a série se passa por todas essas datas.

Dark não somente envolve os telespectadores com a trama, como estimulou as pessoas a criarem teorias e se descabelarem para entender as árvores genealógicas das famílias envolvidas. Para comprovar isto, basta ver o número de organogramas tentando entender as correlações de personagens e de anos, além das inúmeras piadas que circulam pela a internet.

No final da terceira e última temporada, a trama alemã entrega um final satisfatório, com oito episódios com aproximadamente uma hora de duração cada, tempo perfeito para que todas as perguntas e mistérios sejam resolvidos de maneira fluida e inteligente. Dark foi encerrado com final profundo e comovente, trazendo uma admirável trilha sonora e uma fotografia excelente.

E se você não entendeu a série, pode voltar e assistir de novo. E de novo. Eu fiz isso, deu certo, e não me arrependo. 

Trailer da primeira temporada

Trailer da segunda temporada

Trailer da terceira temporada

Por Bianca Stephania com a colaboração de Amanda Ferreira.