Mais de 700 pessoas que necessitam de cirurgias oftalmológicas e aguardam na fila vão começar a serem operadas de imediato. Foi assinado no último dia 24, pelo prefeito Roberto Naves, o contrato com o Hospital Oftalmológico de Anápolis (HOA) para realizar as cirurgias catarata, retina, córnea, ptose palpebral, pterígio e outras especialidades, além de outros procedimentos oftalmológicos.

“Hoje é um dia muito especial porque estamos colocando fim a um problema crônico que se arrastava por anos. Mas agora vamos resolver o problema dessas pessoas que tanto anseiam pelas cirurgias”, destacou o prefeito Roberto. No contrato de R$ 482.433,00 constam 750 cirurgias e a previsão é que sejam feitas 200 por mês.

A expectativa da Secretaria de Saúde é que a fila seja zerada em pouco mais de três meses. Para se ter uma ideia, somente de catarata o contrato de R$ 482.433,00 prevê 500 operações, sendo que existem 468 pacientes aguardando.  Lembrando que a fila é organizada por critérios como gravidade, equidade e temporalidade sendo acompanhada diariamente pelo Ministério Público.

Segundo o diretor-presidente do HOA, Augusto Pereira, em todo o mundo cerca de 20 milhões de pessoas são cegas por causa da catarata e outras doenças oftalmológicas que podem ser tratadas e evitadas. “O que estamos fazendo é uma luta contra a deficiência visual”, conta o médico. O credenciamento da unidade executante foi feita por meio de chamamento público.

Mais saúde
Na oportunidade o prefeito Roberto Naves lembrou contrato com o Hospital Hospital Evangélico Goiano (HEG), assinado no mês passado, para o mutirão de cirurgias e procedimentos eletivos. “Já foram realizadas mais de cem cirurgias em pediatria, otorrinolaringologia, proctologia, urologia, vesícula biliar e hérnia, além de dezenas de exames”, disse.

Naves também comentou sobre os avanços na área da saúde citando a implantação das unidades de saúde em horário estendido – que foi exemplo para o Governo Federal –, a construção da UPA Pediátrica e a criação do ZAP da Saúde que aproximou ainda mais a população dos serviços oferecidos pela rede com comodidade e agilidade.

O prefeito ainda anunciou que nos próximos dias vai enviar à Câmara Municipal o projeto de Lei para abrir o credenciamento para contratação dos gerentes da Atenção Básica que vão gerir as unidades de saúde garantindo o funcionamento pleno e eficiente. Outra novidade é sobre a possibilidade da construção de um prédio com centro cirúrgico e leitos anexo às obras da UPA Norte para sediar o Hospital Municipal.

Fonte: Ascom – Prefeitura de Anápolis