Toda e qualquer criança – e adulto – no fim dos anos 1980 temia um boneco que se apresentava como amigável e cordial. O aparentemente inocente Chucky foi dado de presente a um garotinho pela mãe, que queria agradar o filho.

Ao longo da trama, o boneco se revela perigoso. Agora, 30 anos depois do lançamento do filme original, Brinquedo Assassino volta com o mesmo espírito serial killer, mas com algumas alterações. O remake é um trabalho dos produtores de It: A Coisa, Lars Klevberg, Seth Grahame-Smith e David Katzenberg. Veja:

O boneco agora tem muito mais recursos tecnológicos e é dotado de inteligência artificial – finalmente consegue imitar o comportamento humano. O garoto, dono do brinquedo, é vivido pelo ator Gabriel Bateman, e a mãe dele será Aubrey Plaza.

Em pouco mais de um minuto de trailer, apenas algumas partes do boneco Chucky aparecem, como as costas ou os braços, mantendo o suspense típico do filme, que chega aos cinemas em 2019. (Agência Estado)