Engenheiros de alimentos da Universidade Federal do Ceará e da Universidade Federal do Maranhão anunciaram, na última sexta-feira (30 de Julho), a criação do primeiro néctar de frutas probiótico, um alimento funcional que serve como alternativa a bebidas lácteas para pessoas com intolerância à lactose ou veganas.

Os probióticos são bactérias benéficas à saúde humana que antes eram obtidos apenas por meio do leite e são associados ao controle dos níveis de colesterol, à estimulação do sistema imune, ao alívio da constipação e ao aumento da absorção de minerais, sem contar que ainda apresentam efeitos anticarcinogênicos e anti-hipertensivos.

A principal motivação da pesquisa se deu justamente pela busca de uma solução para pessoas com restrição ao leite na dieta, isso porque os probióticos, tradicionalmente, têm sido adicionados a produtos de base láctea, como leites, iogurtes e queijos.

Com a criação das universidades do Nordeste, desenvolvida pela professora Ana Lúcia, sob orientação da professora Sueli Rodrigues, juntamente com as professoras da UFMA Tatiana Lemos e Virgínia Abreu, agora o néctar pode ser obtido de frutas como cupuaçu, açaí, cacau, ciriguela, caju, entre outras.

Agora o próximo passo é a comercialização, e os engenheiros já começaram o processo de sondagem de empresas do setor de bebidas para validar a patente e iniciar a produção.

Fonte: Guia Curta Mais