O Rio Araguaia é um dos patrimônios ambientais mais importantes do País. E, apesar de passar por outros estados (Mato Grosso, Tocantins e Pará), é em Goiás que ele nasce, na Serra do Caiapó, cidade de Mineiros, a 544 km de Goiânia.

Além de patrimônio, o rio é muito importante para a economia dos estados pelos quais passa, ainda mais quando se trata do setor de turismo. Em Goiás, algumas cidades investem muito para receber turistas na Temporada do Araguaia que acontece, principalmente, em julho, época em que o rio está na altura certa para ser utilizado pelos banhistas.

Então, já que julho chegou, o Jornal Opção lista as cidades de Goiás banhadas pelo Araguaia e que oferecem opções de turismo que vão muito além do rio. Confira:

ARAGARÇAS

Piscina de água quente no Thermas Água Santa | Foto: Reprodução

Thermas Água Santa

A pousada Thermas Água Santa é uma das melhores opções de hospedagem em Aragarças para quem quer tranquilidade e conforto. O lugar é ao lado do Rio Araguaia, mas afastado da cidade. Além disso, o espaço conta com piscinas de águas naturalmente aquecidas, estrutura para pesca esportiva, praia e bar próprio. O local foi reformado recentemente e, agora, oferece mais espaço aos clientes.

Endereço: BR 070, Km 442, Aragarças

Telefones: (66) 99226-0103, (66) 3389-1014 ou (66) 99951-2911 (Whatsapp)

Praia da Quarto Crescente

Se Aragarças tem um point, é a Praia Quarto Crescente. Na temporada a praia que fica dentro da cidade é uma das principais atrações dos moradores e visitantes. São montadas dezenas de barracas para comer e beber, atrações turísticas são promovidas (caiaquismo, banana boat e passeios de barco), shows e festas são realizados e é possível acampar.

Além disso, Aragarças faz divisa com outros dois municípios mato-grossenses, Pontal do Araguaia e Barra do Garças, que também oferecem opção de lazer. Pontal possui a famosa Praia da Arara e Barra conta com um complexo de mais de 20 cachoeiras abertas a visitação, passeios turísticos pela Serra Azul e também o Parque das Águas Quentes.

Mais sugestões de hospedagem

Odara Hotel: http://www.odaraaraguaia.com.br/

Hilton Hotel: R. Minervino Machado, 140 – St. Araguaia – (64) 3638-2442

ARUANÃ

Praia em Aruanã | Foto: Reprodução

Aruanã é uma das cidades goianas banhadas pelo Araguaia que mais recebe turistas, cerca de 300 mil por ano. A cidade também é um polo para o turismo de pesca, de esportes aquáticos, recebendo em seus lagos e lagoas turistas que procuram programas programas tranquilos ou mais agitados.

Confira uma lista de hotéis em Aruanã.

Acampamento Lua Cheia

Esse destino é famoso pelos acampamentos em bancos de areia na beira do rio, ranchinhos, como são conhecidos, que contam com quartos sob estrutura de palha, equipados com banheiro e até ar-condicionado.

Informações: (62) 9 8422-0297 / Facebook do local

SÃO MIGUEL DO ARAGUAIA

São Miguel do Araguaia | Foto: Reprodução/Instagram Pescademestre

A cidade turística também possui belas praias além de pontos de acesso à Ilha do Bananal, maior ilha fluvial do mundo. O município ainda abriga a maior quantidade de animais silvestres do Estado.

Sugestão de hospedagem: Pousada Estrela do Araguaia

Endereço: Av. Salustrino Martins Pinheiro, QD 27, Lote 16, São Miguel do Araguaia

Telefone: (62) 3382-3203

Luiz Alves

Neste distrito de São Miguel do Araguaia é possível fazer turismo de pesca. A estrutura local conta com hospedagem voltada para pescadores e barcos-hotéis que fazem roteiros mais longos até o vizinho Tocantins.

ara quem não vai para pescar, a região conta com a impactante Área de Proteção Ambiental Meandros do Araguaia, onde é possível fazer passeios de barcos para observação de animais como botos, cervos-do-pantanal, iguanas, jacarés e, com sorte, felinos como jaguatirica e  onça-preta.

Sugestões de hospedagem

Pousada Rei das Piraíbas: www.pousadareidaspiraibas.com.br

Barco-hotel Arara Azul: www.barcohotelararaazul.com.br

BALIZA

Cachoeira Salto Paraguassú em Baliza | Foto: Reprodução/Instagram Tracaja_ecoaventura

Cânions

Em Baliza o Araguaia é estreito e possui um cânion de 50 km de extensão com paredes rochosas que protegem praias de água doce. Por isso, de julho a outubro, são feitas expedições descem 70 quilômetros desse rio, durante quatro dias.

O Jangadão Ecológico acompanha até 30 pessoas que viajam a bordo de botes infláveis e pernoitam em áreas isoladas das margens do rio. Diariamente, são percorridos em média 17 km, em deslocamentos de até seis horas de remada.

Informações:  contato@trilhasdocerrado.com.br ou (64) 99975-2400 (whatsapp)

Salto do Paraguassú

A Cachoeira Salto do Paraguassú é um dos paraísos de Baliza e possui 94 metros de queda livre. Neste local é possível, além de curtir a natureza, praticar esportes como rappel e escalada.

Informações: (66) 9 9648-8417